PERSPECTIVAS CRÍTICAS ACERCA DA RELAÇÃO ENTRE SAÚDE E DESENVOLVIMENTO COM FOCO NOS PAÍSES BRIC

Roberto Passos Nogueira

Resumo


A bem conhecida interpretação do desenvolvimento como crescimento econômico e industrialização é analisada em suas origens em programas e polí- ticas internacionais após a guerra de 1940 e correlacionada com a doutrina da Cepal acerca do círculo vicioso entre doença e pobreza. É evidenciado que a evo- lução posterior das políticas internacionais de saúde veio a enfatizar os problemas que afetam o conjunto da população, independentemente de seu nível de renda. Dois enfoques contemporâneos da questão são discutidos: a saúde como capaci- dade humana, de Amartya Sen, e a inovação tecnológica em saúde, como uma proposta de inspiração schumpeteriana. Os pressupostos desses dois enfoques são comentados vis-à-vis os dados contextuais dos países Bric, de modo a avaliar seus problemas de saúde e possibilidades de desenvolvimento.


Palavras-chave


Saúde e desenvolvimento; Economia da saúde; Países Bric

Texto completo:

Sem título () PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.26226



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456