ANÁLISE DAS RELAÇÕES ENTRE O FINANCIAMENTO PÚBLICO E O CRESCIMENTO DO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE NO BRASIL

Debora Maltez Farias Costa, Garibaldi Dantas Gurgel Júnior, Idê Gomes Dantas Gurgel

Resumo


Durante muitos anos o Sistema Único de Saúde não possuiu fontes está- veis de financiamento. Em paralelo, o mercado de planos vem sendo incentivado por meio da renúncia fiscal com despesas de saúde. O presente estudo objetiva compreender as relações entre o financiamento do Sistema Único de Saúde, a renúncia fiscal com despesas de saúde e o mercado brasileiro de planos de saú- de no período de 1990 a 2008. Trata-se de um estudo de caso, com abordagem qualitativa, no qual foi realizada uma triangulação de fontes de dados coletados a partir de entrevistas, documentos e bases de dados oficiais. Os resultados mostram o crescimento do mercado brasileiro de planos de saúde no período de 1990 a 2008, o incremento da renúncia fiscal referente às despesas médicas, além do pe- queno aumento de gastos diretos na saúde em relação ao PIB, que juntos parecem distanciar o país de concretizar o projeto solidário de saúde para todos, escrito na constituição cidadã.

Palavras-chave


Planos de pré-pagamento em saúde; Financiamento em saúde; Isenção fiscal

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.25329



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456