RELAÇÕES DE CAUSALIDADE ENTRE COMÉRCIO EXTERNO E CRESCIMENTO NO LONGO PRAZO: EVIDÊNCIAS EMPÍRICAS PARA A ECONOMIA BRASILEIRA

Daniel Koshiyama, Adelar Fochezatto

Resumo


O objetivo deste artigo é investigar a relação de causalidade entre comércio externo e crescimento na economia brasileira no período 1947-2006. Para isso, aplica-se o teste de não causalidade de Granger, conforme a metodologia proposta por Toda e Yamamoto (1995). Para assegurar a confiabilidade dos resultados, diversas especificações alternativas são empregadas. Entre os resultados obtidos, o mais robusto é o de que as exportações Granger-causam positivamente o crescimento econômico.


Palavras-chave


Comércio externo; Crescimento econômico; Causalidade de Granger

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.25181



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456