VOLATILIDADE DOS FLUXOS INTERNACIONAIS DE CAPITAIS E A OFERTA DE CRÉDITO NA ECONOMIA BRASILEIRA ENTRE 1995 E 2009

Vanessa da Costa Val Munhoz, Lidiane Cassiano Gaspar

Resumo


O objetivo deste trabalho é verificar a relação entre a volatilidade dos fluxos internacionais de capitais e o volume de crédito ofertado na economia brasileira entre 1995 e 2009. Argumenta-se que, durante crises internacionais, quando há fuga de capitais estrangeiros do Brasil, os bancos aumentam a sua preferência pela liquidez e diminuem a oferta de crédito na economia doméstica. Ademais, a existência de títulos públicos brasileiros rentáveis e facilmente negociáveis em mercados secundários de papéis permite ao sistema bancário brasileiro obter elevados níveis de rentabilidade a partir de uma composição de portfólio flexível. Desse modo, com base na análise de dados das sub-contas financeiras do balanço de pagamentos brasileiro e do consolidado bancário, verifica-se que mesmo não sendo direta a relação entre os fluxos internacionais de capitais e a oferta de crédito na economia doméstica, a atuação dos bancos no Brasil está condicionada às flutuações cíclicas pelas quais a economia internacional passa.


Palavras-chave


Fluxos de capitais; Preferência pela liquidez dos bancos; Oferta de crédito

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.17336



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456