REFLEXÕES SOBRE A HISTÓRIA DO PENSAMENTO ECONÔMICO BRASILEIRO

Angela Ganem

Resumo


Este ensaio tem como objetivo refletir sobre a História do Pensamento Econômico Brasileiro (HPEB), explorando particularidades da trajetória de uma economia retardatária, atrasada, subdesenvolvida, periférica, dependente e engajada no capitalismo constituído das economias centrais. Partimos da ideia de que para reconstruir a história da produção teórica de um país, de uma região ou de uma civilização faz-se necessário praticar um duplo movimento: com a história econômico-social e com a história das ideias. Nesse sentido, o trabalho identifica, ainda que de forma embrionária, influências de matrizes do pensamento das economias centrais nas teorias elaboradas por nossos pensadores, através de releituras conceituais, adaptações teóricas e criação de novos conceitos. O trabalho constata ainda, especificidades do objeto HPEB, como o seu caráter plural e interdisciplinar, alem de uma trajetória intrínsicamente ligada à política e às instituições, tal como ocorre com a história do capitalismo brasileiro.

 


Palavras-chave


Pensamento econômico brasileiro; Influências das matrizes teóricas; Especificidades

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.17065



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456