CAUSALIDADE TEMPORAL ENTRE RECEITA E DESPESA GOVERNAMENTAIS

Sérgio Ricardo de Brito Gadelha

Resumo


Nesse estudo, investiga-se a relação de equilíbrio de longo prazo e a causalidade de Granger, em estruturas bivariada e multivariada, entre as variáveis receita governamental, despesa governamental, produto interno bruto e dívida pública, a fim de testar as hipóteses “arrecadar e gastar”, “gastar e arrecadar” e “sincronização fiscal” para o Brasil. Usando dados mensais abrangendo o período de janeiro de 1997 a junho de 2009, os resultados do teste de causalidade de Engle-Granger (1987) sugerem a existência de relação de bi-causalidade entre receita e despesa governamentais, de acordo com a hipótese de sincronização fiscal.

Palavras-chave


Arrecadar e gastar; Gastar e arrecadar; Sincronização fiscal; Teste de causalidade de Engle-Granger

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.12038



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456