A INTERNACIONALIZAÇÃO DO VAREJO A PARTIR DOS CASOS WAL-MART E CARREFOUR

Armando João Dalla Costa

Resumo


Pelos dados da Wal-Mart, a Companhia tinha, no início de 2004,1.478 lojas de descontos, 1.471 supercenters, 538 Sam's Clubs e 64 mercados de vizinhança nos EUA. Em outros nove países operava 982 lojas de descontos, 257 supercenters, 80 Sam's Clubs e 36 mercados de vizinhança, totalizando 4.906 lojas. No mesmo ano, teve um faturamento bruto de US$ 256 bilhões, um lucro líquido de US$ 6,6 bilhões e contava com cerca de 1,6 milhão de empregados. O Carrefour ocupa o segundo lugar entre as maiores empresas varejistas, vindo após a Wal-Mart, sendo o sexto maior empregador do mundo, com 419.000 funcionários, 42.687 no Brasil. Detinha, na França, 214 hipermercados, 1.003 supermercados, 459 maxidescontos, 1.520 mercadinhos e 159 Cash & Carry. Estava presente em cerca de 30 países, com aproximadamente nove mil lojas. Com este texto pretende-se entender as reestruturações empresariais implementadas na história dos dois grupos, assim como seu processo de internacionalização e a presença de ambas no mercado brasileiro.

Palavras-chave


Wal-Mart. Carrefour. Varejo. Mercado internacional. Empresas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10823



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456