CADEIAS PRODUTIVAS, CADEIAS DO CONHECIMENTO E DEMANDAS TECNOLÓGICAS NO NORDESTE: ANÁLISE DE POTENCIALIDADES E DE ESTRANGULAMENTOS

Abraham B. Sicsú, João Policarpo R. Lima

Resumo


O artigo analisa as cadeias do conhecimento e as cadeias produtivas do Nordeste brasileiro, do ponto de vista de suas principais demandas tecnológicas, apresentando arranjos institucionais disponíveis para acelerar o desenvolvimento científico e tecnológico na região, bem como as políticas e instrumentos operacionais a serem implementados para otimizar as parcerias entre as instituições de COT e o setor produtivo. Entende-se que dois vetores são estratégicos para tal: a consolidação de Sistemas Locais de Inovação e a formulação de políticas de espacialização do desenvolvimento. Chama-se a atenção para a importância do reforço e da superação das limitações dos sistemas locais de inovação na economia do Nordeste, tendo como estratégia a definição de ações assentadas na concentração de recursos e na delimitação de focos específicos baseados nas principais demandas tecnológicas da estrutura produtiva. A análise enfatiza que o reforço do desenvolvimento regional deve passar pela solução de limitantes observados nos sistemas locais de inovação.

Palavras-chave


Cadeias produtivas. Cadeias do conhecimento no Nordeste do Brasil. Demandas tecnológicas no Nordeste. Políticas de desenvolvimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10733



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456