PEQUENOS E MÉDIOS FABRICANTES DE BENS DE CAPITAL FRENTE ÀS MUDANÇAS NA ECONOMIA BRASILEIRA

Hoyêdo Nunes Lins

Resumo


A economia brasileira foi consideravelmente afetada pela abertura comercial dos anos 90. A indústria foi afetada de modo particular, pois já se encontrava debilitada devido às crises da década anterior. Este artigo aborda os efeitos da abertura em 20 pequenas e médias empresas (PMEs) de bens de capital localizadas em Santa Catarina. Baseado em pesquisa de campo, realizada por meio de entrevistas, e levando em conta o debate sobre diferenças entre firmas, o estudo foca as situações competitivas das PMEs, considerando estas posições em relação às trajetórias individuais das últimas. Sublinha-se que as relações envolvendo mudanças econômicas gerais, condutas empresariais e competitividade são bastante complexas.

Palavras-chave


Abertura comercial. PMEs de bens de capital. Competitividade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10654



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456