MUDANÇA INSTITUCIONAL E ESTRUTURAL NA ECONOMIA BRASILEIRA DO INÍCIO DOS ANOS NOVENTA

Eduardo Simões de Almeida

Resumo


Este artigo tem por objetivo tentar explicar as grandes transformações que impactam a economia brasileira desde o início dos anos noventa. Analisamos a evolução histórica dos condicionantes de seu ambiente econômico, marcada pela adoção do Modelo de Substituição de Importações. Neste contexto, consideramos que a implementação da abertura econômica, promovida pela Política Industrial e de Comércio Exterior (Pice), representou uma grande mudança institucional que alterou profundamente o ambiente econômico brasileiro, dando origem à mudança estrutural e tecnológica. A abertura econômica induziu a mudança de comportamento tecnológico das empresas. Por último, procuramos testar algumas hipóteses desenvolvidas ao longo do artigo, fazendo uso de série de produtividade do trabalho. Realizamos análise de outliers, aplicando um novo método chamado Joint Estimation Procedure, desenvolvido por Chen & Liu no início dos anos noventa.

Palavras-chave


Mudança institucional. Abertura econômica. Análise de outliers.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10608



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456