AS CONTAS NACIONAIS E OS CUSTOS AMBIENTAIS DA ATIVIDADE ECONÔMICA

Charles C. Muller

Resumo


A crescente preocupação com os impactos ambientais da atividade econômica nas sociedade contemporâneas acabou se refletindo no campo das estatísticas. Verificou-se que o sistema de contas nacionais, o sistema-síntese do funcionamento agregado das economias, é totalmente inadequado para medir os efeitos econômicos de tais impactos Atividades que aumentam a degradação ambiental freqüentemente são registradas como contribuições positivas à economia, e é contabilizada como crescimento a expansão apoiada na exaustão de recursos naturais não renováveis Problemas dessa natureza vem originando um esforço, liderado pelas Nações Unidas e pelo Banco Mundial, de reformar o sistema, tornando-o apto a registrar adequadamente fenômenos desse tipo e a produzir indicadores que reflitam os impactos econômicos da degradação ambiental promovida por atividades de produção e de consumo O presente artigo objetiva avaliar os principais problemas com o atual sistema de contas nacionais, bem como divulgar uma proposta que esta sendo testada para a implementação de um sistema de contas satélites que permita ao sistema de contas nacionais contornar a maioria desses problemas.

Palavras-chave


Contas nacionais. Produto sustentável. Análise custo-benefício.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10523



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456