A TEORIA NEOCLÁSSICA (PURA) E A TEORIA NEO-AUSTRÍACA FRENTE AO LEGADO CARTESIANO

Eleutério F. S. Prado

Resumo


Este artigo foi escrito na suposição de que prestar atenção aos fundamentos filosóficos das teorias econômicas é importante, tanto para compreendê-las, quanto para ter consciência de suas fraquezas e limites. Sob esta orientação, faz-se um esforço para comparar a teoria neoclássica pura e a teoria neo-austríaca, investigando se aceitam ou rejeitam o legado cartesiano. Para caracterizar a teoria neoclássica pura empregam-se textos de Friedrich Hayek. Um resultado importante do artigo consiste em mostrar as diferenças entre os conceitos de equilíbrio adotados pelos dois autores.

Palavras-chave


Racionalidade. Teoria econômica pura. Processo de mercado.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10487



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456