MENSURAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO BANCÁRIA NO BRASIL, 1970/86

Marcelo Resende

Resumo


Este artigo pretende quantificar a concentração bancária no Brasil ao longo do período 1970/86 para as variáveis depósitos totais, depósitos a vista, depósitos a prazo, número de agendas e empréstimos. Pode-se verificar um grande aumento da concentração no grupo dos bancos comerciais privados, o que reflete, de um lado, medidas governamentais de incentivo e, de outro lado, a natureza cambiante das formas de competição, dado o ambiente inflacionário. Pode-se esperar que a estabilização do nível geral de preços contribuiria, ainda que pouco, para o aumento no nível de concorrência no setor bancário.

Palavras-chave


Concentração bancária. Brasil. 1970/86.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10408



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456