O VALOR, A RIQUEZA E A TEORIA DE SMITH

Reinaldo A. Carcanholo

Resumo


Este artigo, depois de mostrar que a teoria do valor não pode ser confundida com uma simples teoria dos preços relativos, apresenta uma reinterpretação do enfoque smithiano. Busca-se não suas supostas contradições, mas sua coerência interna. Toda dificuldade ha leitura da teoria do valor de Smith foi atribuída a erro do observador, resultado da deformação de seu próprio ponto de vista. Dessa maneira, pode-se mostrar que as críticas que tiveram origem em Ricardo e no próprio Marx, não são satisfatórias em sua quase totalidade. Smith readquire, dessa maneira, maior relevância dentro do pensamento econômico.

Palavras-chave


Valor. Riqueza. Adam Smith.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10373



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456