OS AGREGADOS MONETÁRIOS, NÍVEL DE RENDA NOMINAL, TAXA DE INFLAÇÃO: UMA ANÁLISE DA CAUSALIDADE NO BRASIL, 1972 A 1987

Divanildo Triches

Resumo


Através dos testes de causalidade de Granger, com dados trimestrais, cobrindo o período compreendido entre o primeiro trimestre de 1972 e o quarto trimestre de 1987, para a economia brasileira, verificou-se que existe uma relação causal unidirecional correndo dos agregados monetários mais restritos para o nível de renda nominal e desta variável para os agregados monetários em seu conceito amplo. Os testes indicaram, também, que a causalidade flui de forma bidirecional entre os agregados monetários e o nível geral de preços, excetuando-se apenas para o conceito de base monetária, que, nesse caso, é unidirecional, partindo da taxa de inflação.

Palavras-chave


Agregados monetários. Renda nominal. Taxa de inflação. Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10369



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456