CRISES E REFORMAS MONETÁRIAS NA DÉCADA DE QUARENTA

Rudiger Dornbusch, Holger Wolf

Resumo


Logo após 1945, a Europa apresentava muitas das características observadas hoje no Leste europeu e na União Soviética: controle de preços, racionamento, mercados paralelos e crise monetária. A política adotada, na maioria dos países, foi a reforma monetária, compreendendo a imobilização deliberada de ativos líquidos e, em muitos casos, o confisco dos depósitos. Este artigo revisa a experiência histórica, com destaque para a reforma da Alemanha de 1948, identifica as políticas formuladas e deduz lições para os dias atuais.

Palavras-chave


Monetary overhang. Reforms in the 1940.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10363



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456