Osteossíntese de tíbia com fixador esquelético externo em um cordeiro

Fernanda Silveira Nóbrega, Giordano Cabral Gianotti, Marcelo Meller Alievi, Carlos Afonso de Castro Beck, Márcio Poletto Ferreira, Ísis dos Santos Dal-Bó, Paula Cristina Gonzalez, Juliana Voll

Abstract


Entre os avanços que a clínica e cirurgia veterinária apresentaram nos últimos anos, o tratamento de fraturas em grandes animais pode ser citado como um exemplo. A experiência, consolidada em outras espécies de menor porte, permite a tentativa de extrapolar a mesma para as espécies de maior porte, adequando-se sempre às características e particularidades de cada espécie. Atualmente, devemos considerar o tratamento de fraturas de animais de produção como uma forma de evitar o seu descarte, uma vez que, quando se trata de um animal reprodutor, devemos ter a opção de tratá-lo ao invés de decidir pela eutanásia. O presente estudo relata um caso de fratura transversa de diáfise de tíbia de membro posterior esquerdo em um cordeiro sem raça definida, com duas semanas de idade, com histórico de pisoteamento por um bovino. Foi utilizada fixação esquelética externa tipo II para a osteossíntese, obtendo-se eficiente estabilização da fratura. O animal ficou hospitalizado durante todo o período de pós-operatório e a consolidação óssea foi obtida em 30 dias.


Keywords


Fratura; Cordeiros; Ortopedia



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.17248

Copyright (c) 2018 Fernanda Silveira Nóbrega, Giordano Cabral Gianotti, Marcelo Meller Alievi, Carlos Afonso de Castro Beck, Márcio Poletto Ferreira, Ísis dos Santos Dal-Bó, Paula Cristina Gonzalez, Juliana Voll

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.