Pré-enriquecimento e isolamento direto para identificação de Campylobacter em swabs cloacais e carcaças de frango

Suzete Lora Kuana, Luciana Ruschel dos Santos, Laura Beatriz Rodrigues, Anderlise Bolsoi, Aline Kellermann, Carlos Tadeu Pippi Salle, Hamilton Luiz de Souza Moraes, Vladimir Pinheiro do Nascimento

Abstract


Campylobacter   são microorganismos patogênicos associados com aves ou alimentos de origem avícola e sua importância está relacionada à alta prevalência de Campylobacter nos frangos de corte e suas carcaças, correlacionados com gastroenterite em humanos. Neste estudo, monitorou-se 22 lotes de frango de corte com idades entre 3 a 5 semanas na granja e 35 dias no abate e avaliou-se os métodos de pré-enriquecimento (PE) e isolamento direto (ID) para identificação de Campylobacter em swabs cloacais e carcaças de frango. Realizaram-se 22 análises de swabs cloacais pelo PE e pelo ID, 96 análises de carcaças pelo ID e, destas, 95 pelo PE. Para o isolamento direto a partir de swabs utilizou-se o ágar mCCDA acrescido de suplemento seletivo, acondicionado em embalagem não permeável e microaerofilia com mistura de gases (5% O2, 10% CO2 e 85% N2). Para o PE, os swabs foram inoculados em pool no caldo Bolton suplementado com antibióticos e 200 mg/L de TTC, seguido de inoculação em ágar mCCDA, também em microaerofilia. As carcaças também foram analisadas para ambos os métodos, utilizando-se caldo Bolton no pré-enriquecimento, seguido de inoculação em mCCDA ou isolamento direto em ágar Bolton com TTC, sempre em microaerofilia. Não houve diferença significativa (p=1,00) entre os métodos de pré-enriquecimento e isolamento direto nas amostras de swabs e carcaças. Identificou-se 81,8% lotes positivos por ID e 77,3% pelo PE na análise dos swabs e 99,0% das carcaças pelo PE e 97,9% pelo ID. Os métodos de pré-enriquecimento e isolamento direto foram homogêneos e sensíveis para detecção de Campylobacter em amostras de swabs cloacais e carcaças de frango. Entretanto, pela praticidade e antecipação dos resultados em 24 horas, recomenda-se a utilização do método de isolamento direto.

Keywords


Campylobacter; Pré-aquecimento; Isolamento direto; Swabs cloacais; carcaças de frango



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.17240

Copyright (c) 2018 Suzete Lora Kuana, Luciana Ruschel dos Santos, Laura Beatriz Rodrigues, Anderlise Bolsoi, Aline Kellermann, Carlos Tadeu Pippi Salle, Hamilton Luiz de Souza Moraes, Vladimir Pinheiro do Nascimento

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.