Estudo retrospectivo de casuística das dermatofitoses em cães e gatos atendidos no Serviço de Dermatologia da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo

Ana Claudia Balda, Carlos Eduardo Larsson, Mary Otsuka, Walderez Gambale

Abstract


As dermatofitoses dos carnívoros domésticos são infecções fúngicas superficiais, causadas habitualmente por dois gêneros fúngicos:

 

 

Microsporum sp. e Trichophyton sp. Trata-se de uma antropozoonose, com importância na saúde pública. O objetivo do trabalho foi caracterizar a população de cães e gatos acometidos por dermatofitose atendidos no Serviço de Dermatologia do HOVET/USP num período de 27 meses. Foram atendidos 76 animais com diagnóstico de dermatofitose (47,3% da espécie felina e 52,7% à canina). O agente etiológico isolado preponderantemente foi Microsporum canis. Não se observou distribuição sazonal. Os cães de raça definida foram os mais acometidos (75,0%), mormente os Yorkshire Terrier (23,3%). Os felinos sem e com definição racial (Persas-93,7%) foram igualmente acometidos. Observou-se que a maioria dos animais infectados apresentava menos de um ano de idade (65,8%). As lesões mais observadas foram: alopecia, eritema, escamas e crostas. A maioria das lesões apresentava configuração circular e estavam localizadas nas regiões cefálicas, de tronco e de membros. O prurido esteve ausente em 50,0% dos caninos e em 88,8% dos felinos.


Keywords


Dermatofitose; Microsporum sp.; Trichophyton sp.; Cães; Gatos



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.16835

Copyright (c) 2018 Ana Claudia Balda, Carlos Eduardo Larsson, Mary Otsuka, Walderez Gambale

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.