Ocorrência de opacidades corneanas (Florida spots) em gatos atendidos no Hospital de Clínicas Veterinárias da UFRGS

Mauro Luís da Silva Machado, Nina Isabel Baptista, Irene Breitsameter

Abstract


Florida Spots são opacidades corneanas que acometem cães e gatos, observada primeiramente em gatos no Sul da Florida-EUA. A etiologia ainda é desconhecida e origens micótica, bacteriana (micobactéria) ou por efeito físico da incidência de luz ultravioleta já foram sugeridas, porém, não comprovadas. O objetivo deste trabalho foi conhecer a ocorrência de Florida Spots em gatos atendidos na clínica geral do Hospital de Clínicas Veterinárias da UFRGS (HCV), Porto Alegre – RS e sua relação com sexo, idade, raça e ambiente (outros contatantes felinos). Escolheu-se aleatoriamente 100 gatos conduzidos à consulta no hospital por motivos diversos no ano de 2001. Observou-se Florida Spots em 32 % dos animais, dos quais 43,75 % eram afetados unilateralmente (57 % o olho esquerdo e 43 % o olho direito). Foi significativa a diferença estatística em relação à raça (SRD foram os mais afetados (p < 0,05) e também significativo em relação aos animais que tiveram contato com outros gatos (p < 0,05). O fato de animais SRD (que habitualmente são criados de forma mais livre, o que permite o contato com outros gatos) e animais que, independente da raça, tiveram contato com outros serem os mais afetados, induz-nos a pensar na possibilidade de haver um agente etiológico transmissível envolvido nesta afeção, e não fatores físicos ambientais.


Keywords


Opacidades corneanas (Florida Spots); Gatos



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.16805

Copyright (c) 2018 Mauro Luís da Silva Machado, Nina Isabel Baptista, Irene Breitsameter

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.