Esofagectomia torácica parcial no tratamento de leiomioma em esfíncter esofágico inferior de cão

Thadeu Mourão Pinto, Lucila Maria de Almeida Lopes, Tuane Nerissa Alves Garcez, Rafael Stedile, Carlos Afonso de Castro Beck, Emerson Antonio Contesini

Abstract


Tumores esofágicos em cães são raros e dentre estes, o leiomioma é o mais relatado. Os sinais clínicos mais comuns são disfagia, regurgitação e emaciação. Foi atendido no Hospital de Clínicas Veterinárias (HCV) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) um cão da raça Dálmata, macho, oito anos, apresentando sialorreia, regurgitação, vômito, algia abdominal e emaciação. No exame endoscópico visibilizou-se massa tumoral próxima ao esfíncter esofágico inferior e fundo gástrico, e foram coletadas amostras para análise histopatológica, obtendo-se resultado compatível com leiomioma esofágico e hiperplasia gástrica. Realizou-se ressecção esofágica e anastomose esôfago-gástrica. Decorridos três dias de pós-operatório o animal foi a óbito. Na necropsia não foram observadas alterações macroscopicamente significativas e microscopicamente sugeriu-se insuficiência renal. Este relato tem o objetivo de apresentar um caso de leiomioma em esfíncter esofágico inferior em um cão, no qual a terapêutica adotada foi a exerese tumoral por toracotomia.


Keywords


Caninos; Cárdia; Neoplasia; Oncologia; Toracotomia



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.16549

Copyright (c) 2018 Thadeu Mourão Pinto, Lucila Maria de Almeida Lopes, Tuane Nerissa Alves Garcez, Rafael Stedile, Carlos Afonso de Castro Beck, Emerson Antonio Contesini

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.