Osteossarcoma apendicular em um felino

Tuane Nerissa Alves Garcez, Cristiano Gomes, Kelly Cristini Rocha da Silva Ferreira, Rosemari Teresinha de Oliveira, Anamaria de Oliveira Fernandes, Carolina da Silva Cardoso, Luciana Oliveira de Oliveira

Abstract


Tumores ósseos primários são raros em felinos, afetando gatos adultos ou idosos e com predileção pelo esqueleto apendicular. Nesta espécie, o índice de desenvolvimento de metástases é baixo e a amputação é um método eficaz de tratamento. A proposta deste trabalho é relatar um caso de osteossarcoma apendicular em um felino, sem raça definida, fêmea, de 16 anos de idade, apresentando aumento de volume na porção distal do úmero do membro anterior direito. Ao exame físico, o paciente apresentava claudicação e encontrava-se ativo e em bom estado nutricional. Foi solicitado hemograma completo, perfil bioquímico e avaliação radiológica do tórax e do membro afetado. Os valores de fosfatase alcalina (FA) e uréia encontravam-se aumentados. Os exames radiográficos indicaram imagem sugestiva de tumor ósseo, com presença de lise e perda da continuidade óssea do membro e as radiografia s torácicas não a presentara mi magens compatíveis com metástase s pul monares.O paciente foi es tabiliza do e encaminha do para o centro cirú rg ico par a realizaç ão de escapulectomia e posterior te ra pia comc arbopl atina. O animal demonstrou boa recuperação pós-cirúrgica e leve toxicidade re lacionada à quimiotera pia com linfopenia e emese.


Keywords


Oncologia; Tumor ósseo; Carboplatina; Amputação



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.16418

Copyright (c) 2018 Tuane Nerissa Alves Garcez, Cristiano Gomes, Kelly Cristini Rocha da Silva Ferreira, Rosemari Teresinha de Oliveira, Anamaria de Oliveira Fernandes, Carolina da Silva Cardoso, Luciana Oliveira de Oliveira

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.