Sialólito no ducto da glândula mandibular em cão

Víviam Nunes Pignone, Cláudia Stringhini Faraco, Paulo Barros de Albuquerque, Guilhermo Recla, Giordano Gianotti, Emerson Antonio Contesini

Abstract


A sialocele consiste no acúmulo de saliva nos tecidos moles, a qual pode ser desencadeada por ruptura dos ductos salivares. Entre as etiologias, destaca-se a presença de cálculo no interior do ducto ou da glândula salivar, denominada sialolitíase, clinicamente caracterizada por edema e ausência de dor. A deposição de sais minerais no interior das glândulas associada ao acúmulo de muco, bactérias e células epiteliais descamadas podem originar o sialólito, bem como o pH alcalino, que fica em torno de oito na espécie canina. O relato tem como objetivo descrever um caso de sialocele na glândula mandibular causada por sialólito em um cão da raça Pastor Alemão atendido no Hospital de Clínicas Veterinárias (HCV) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O diagnóstico baseou-se em anamnese, exame físico e exames complementares, como citologia do aspirado, e, como tratamento, indicou-se remoção da cadeia e do ducto glandular mandibular e sublingual afetado, aliada à retirada do sialólito. No caso relatado, a sialoadenectomia das glândulas afetadas juntamente com a remoção do sialólito presente no ducto da glândula mandibular foram eficazes no tratamento sem recidiva.


Keywords


Sialólito; Sialocele; Cães; Glândula mandibular



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.16346

Copyright (c) 2018 Víviam Nunes Pignone, Cláudia Stringhini Faraco, Paulo Barros de Albuquerque, Guilhermo Recla, Giordano Gianotti, Emerson Antonio Contesini

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.