Comparação de técnicas de ovariosalpingohisterectomia em cadelas

Ana Maria Quessada, Antonio Augusto Rodrigues de Sousa, Amilton Paulo Raposo Costa, Adriana Abreu Soares de Sousa, Raimundo Rômulo Costa Rocha

Abstract


A ovariosalpingohisterectomia (OSH) em cadelas é a cirurgia mais frequentemente realizada na prática clínica veterinária, principalmente com a finalidade de evitar a reprodução. Em estudo comparativo de duas técnicas, em dez cadelas, foram realizadas OSH através de duas incisões paramedianas (direita e esquerda), para ligadura dos ovários. Foi realizada ainda uma incisão mediana pélvica para ligadura do coto uterino e retirada dos órgãos. Esta primeira técnica foi denominada experimental. Em outros 10 animais, houve uma única incisão pré-retroumbilical para a retirada dos ovários e útero (após ligaduras desses órgãos), em procedimento nomeado de técnica tradicional. Os animais foram avaliados clinicamente e foi também mensurado o cortisol plasmático. As avaliações foram feitas no pré-operatório e se estenderam no trans e pós-operatório. A técnica experimental provoca maior estresse, mas pode ser indicada em mutirões de castração, por não apresentar complicações pós-operatórias imediatas.


Keywords


Caninos; Castração; Cirurgia; Ovário; Útero



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.16341

Copyright (c) 2018 Ana Maria Quessada, Antonio Augusto Rodrigues de Sousa, Amilton Paulo Raposo Costa, Adriana Abreu Soares de Sousa, Raimundo Rômulo Costa Rocha

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.