Hérnia perineal associada à colagenopatia em uma cadela

Liliana Borges de Menezes, Aline de Moraes Faria, Neusa Margarida Paulo, Luiz Fernando Froes Fleury, Marcelo Seixo de Brito e Silva

Abstract


A hérnia perineal acomete mais freqüentemente cães machos de meia idade e idosos, não castrados, podendo ser uni ou bilateral. A apresentação desta doença na fêmea pode ser sugestiva de alguma alteração estrutural no colágeno que leva às alterações da matriz extracelular. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi descrever um caso de hérnia perineal associada à colagenopatia em uma cadela. Foi examinada uma cadela Pinscher de 3 anos de idade, portadora de hérnia perineal bilateral. Foi observado hiperextensibilidade da pele. Este animal foi submetido á reparação da hérnia onde havia laceração da pele durante a dermorrafia. Foi realizada biópsia e coloração com HE e as alterações observadas foram diminuição do número de fibras colágenas na derme, que apresentavam aparente desordem na sua estrutura, notando-se raros feixes de fibras com acentuada fragmentação. Foi possível concluir que os achados clínicos e alterações histopatológicas são compatíveis com astenia cutânea na cadela.


Keywords


Astenia; Cães; Colágeno; Síndrome de Ehlers-Danlos



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.16135

Copyright (c) 2018 Liliana Borges de Menezes, Aline de Moraes Faria, Neusa Margarida Paulo, Luiz Fernando Froes Fleury, Marcelo Seixo de Brito e Silva

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.