Ocorrência de Salmonella sp. em cortes de pernil provenientes de lotes suinos; portadores ao abate

Roberta Bandeira, Débora da Cruz Payão Pellegrini, Marisa Cardoso

Abstract


Suínos portadores assintomáticos de

 

Salmonella sp. ao abate podem ser fonte de contaminação de carcaças. Posteriormente, a elevada manipulação durante o processamento pode resultar em contaminação cruzada e amplificação do índice de produtos positivos. A partir disso, o presente estudo teve como objetivo determinar a freqüência de isolamento de Salmonella sp. em cortes de pernil originários de lotes de suínos portadores ao abate. Foram coletadas amostras de conteúdo intestinal de suínos (n=48) ao abate e de cortes de pernil (n=99), provenientes dos mesmos lotes de animais. As amostras de cortes de pernil foram analisadas em “pools” de três amostras. As amostras colhidas foram submetidas a protocolo de isolamento e identificação de Salmonella sp. Verificou-se que 50% das amostras de conteúdo intestinal e 55,5% dos “pools” de cortes de pernil foram positivos para Salmonella. Foi encontrada uma grande variedade de sorovares de Salmonella sp., sendo que S. Panama foi o mais prevalente. Os resultados sugerem que a entrada de animais no frigorífico excretando Salmonella sp. contribui para a contaminação do produto final. A diversidade de sorovares e clones encontrados indicam a existência de múltiplas fontes de contaminação, tanto para os animais quanto para o produto final.


Keywords


Salmonella; Suínos; Cortes de pernil



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.15972

Copyright (c) 2018 Roberta Bandeira, Débora da Cruz Payão Pellegrini, Marisa Cardoso

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.