Esporotricose canina: relato de três casos

Isabel Martins Madrid, Ronaldo Santos Júnior, Daiser Paulo Sampaio Júnior, Eduardo Negri Mueller, Daniel Dutra, Márcia de Oliveira Nobre, Mário Carlos Araújo Meireles

Abstract


A esporotricose é uma micose, subcutânea e zoonótica, causada pelo fungo dimórfico

 

Sporothrix schenckii que afeta animais e humanos. A micose em cães era considerada rara devido aos poucos relatos descritos na literatura, no entanto, nos últimos anos observou-se um crescente registro de casos desta doença no Brasil. Neste estudo foram analisadas as características clínicas da esporotricose em três cães diagnosticados no Laboratório de Micologia (FV-UFPel), os quais apresentavam dispnéia, secreção nasal e espirros. Dois destes demonstravam também, lesões cutâneas ulceradas e crostosas no plano nasal. Embora um dos animais não apresentasse lesões cutâneas, os sinais respiratórios eram evidentes assim como a presença de linfadenopatia. Este estudo alerta para a ocorrência da esporotricose em cães na região de Pelotas e Rio Grande, e salienta para a similaridade das lesões observadas, com outras doenças infecciosas e neoplásicas, o que torna importante a realização de diagnóstico diferencial.


Keywords


Cães; Micose; Sporothrix schenckii; Itraconazol



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.15931

Copyright (c) 2018 Isabel Martins Madrid, Ronaldo Santos Júnior, Daiser Paulo Sampaio Júnior, Eduardo Negri Mueller, Daniel Dutra, Márcia de Oliveira Nobre, Mário Carlos Araújo Meireles

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.