Colaterais do arco aórtico da capivara (Hydrochoerus Hydrochaeris)

Paulete de Oliveira Vargas Culau, Sueli Hoff Reckziegel, Tânia Lindemann, Ana Cristina Pacheco de Araújo, Francine Balzaretti

Abstract


A capivara é um mamífero roedor, de origem sul-americana, herbívoro, semi-aquático, da família

 

Hydrochoeridae. No presente trabalho foram utilizados sete espécimes de capivara (Hydrochoerus hydrochaeris), todas fêmeas. Após o preenchimento do sistema arterial com látex 603 corado em vermelho, procedeu-se à dissecção das peças com o objetivo de observar a disposição dos ramos colaterais do arco aórtico determinando o padrão e as variações ocorridas nessa espécie. Em todos os espécimes originou-se do arco aórtico apenas um tronco braquiocefálico, o qual distribuiu-se da seguinte forma: em quatro peças (57,1%) originaram-se do tronco braquiocefálico primeiramente a artéria subclávia esquerda, após a artéria carótida comum esquerda e em seguida o tronco braquiocarotídeo, o qual emitiu as artérias carótida comum direita e subclávia direita. Em duas preparações (28,6%) o tronco braquiocefálico originou a artéria subclávia esquerda e após trifurcou-se originando as artérias subclávia direita, carótida comum direita e carótida comum esquerda. Em uma observação (14,3%) originaram-se do tronco braquiocefálico primeiramente a artéria subclávia esquerda, logo após a artéria subclávia direita e em seguida um tronco bicarotídeo, que emitiu as artérias carótidas comuns direita e esquerda. O arco aórtico da capivara emitiu, como único ramo colateral, o tronco braquiocefálico.


Keywords


Aorta torácica; Tronco Braquiocefálico; Capivaras



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.15926

Copyright (c) 2018 Paulete de Oliveira Vargas Culau, Sueli Hoff Reckziegel, Tânia Lindemann, Ana Cristina Pacheco de Araújo, Francine Balzaretti

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.