Reflexo do período de lactação na produtividade de porcas primíparas e multíparas

Fabiano Bonfim Carregaro, Ana Paula Gonçalves Mellagi, Mari Lourdes Bernardi, Ivo Wentz, Fernando Pandolfo Bortolozzo

Abstract


O período de lactação é um importante aspecto na produtividade de granjas suínas, já que influencia diretamente os dias do ciclo produtivo e a fisiologia da reprodução das matrizes. O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito do período de lactação (PL) no intervalo desmame-estro (IDE), taxa de parição ajustada (TPA) e tamanho da leitegada subseqüente (TLS) em um rebanho comercial. Dados referentes a 19.846 desmames realizados em 2002 e 2003 foram coletados a partir do programa de gerenciamento de dados PigCHAMP

 

 

®. Para multíparas, PL de 15 dias foram suficientes para a estabilização do IDE (4,8 ± 2,8 dias). As primíparas apresentaram IDE mais curto com PL de 20-24 dias (4,7 ± 2,5 dias). Houve redução na TPA somente em PL inferiores a 10 dias, tanto em primíparas como em multíparas. Para primíparas, períodos de lactação a partir de 17 dias resultaram em estabilização do TLS. As porcas multíparas apresentaram aumento gradativo do TLS até 15-16 dias de lactação, quando houve estabilização. A duração da lactação influencia o desempenho reprodutivo subseqüente em primíparas e multíparas suínas. Períodos de lactação de duas semanas podem ser adequados para multíparas, mas três semanas seriam necessárias para melhor desempenho das primíparas.


Keywords


Período de lactação; Lactação; Suínos; Reprodução; Taxa de parto; Tamanho da leitegada



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.15065

Copyright (c) 2018 Fabiano Bonfim Carregaro, Ana Paula Gonçalves Mellagi, Mari Lourdes Bernardi, Ivo Wentz, Fernando Pandolfo Bortolozzo

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.