Avaliação pós-ocupação e eficácia social: estudo de caso comparativo de habitações de interesse social autoconstruídas na modalidade cooperativa autogestionária e na modalidade promoção pública municipal

Autores

  • Rosa Maria Locatelli Kalil Universidade de Passo Fundo

Palavras-chave:

habitação social, cooperativa habitacional, mutirão habitacional, avaliação pós-ocupação, participação do usuário, eficácia social

Resumo

Este artigo apresenta os resultados parciais da aplicação de métodos e técnicas de avaliação pós-ocupação, com enfoque na qualidade ambiental, na participação e na satisfação dos usuários, por meio de estudos de caso comparativos entre habitações sociais construídas nas modalidades de cooperativa autogestionária e de mutirão com apoio estatal, realizado em dois núcleos habitacionais construídos na década de 1990 em Passo Fundo, RS. Enfoca-se a eficácia social da participação do usuário na construção da moradia, em termos de avaliações comparativas do diagnóstico organizativo-comportamental, contemplando-se as semelhanças ou diferenças e os pontos positivos e negativos da autoconstrução em ambas as modalidades de provisão habitacional para populações urbanas periféricas. Como conclusão apresentam-se os resultados comparativos da eficácia social e da eficácia organizativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

16.04.2008

Como Citar

KALIL, R. M. L. Avaliação pós-ocupação e eficácia social: estudo de caso comparativo de habitações de interesse social autoconstruídas na modalidade cooperativa autogestionária e na modalidade promoção pública municipal. Ambiente Construído, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 37–53, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/ambienteconstruido/article/view/3515. Acesso em: 1 mar. 2024.