Eros e a Ciência da Informação

Autores

  • Solange Puntel Mostafa Universidade de São Paulo Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Departamento de Educação, Informação e Comunicação
  • Igor Soares Amorim Universidade Federal de Santa Catarina Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
  • Deise Maria Antonio Sabbag Universidade de São Paulo Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Departamento de Educação, Informação e Comunicação

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245241.117-144

Palavras-chave:

Linguagem documentária. Indexação. Representação descritiva. Gilles Deleuze. Michelangelo Antonioni.

Resumo

Experimentação sobre o deslizamento de planos entre filosofia, Ciência da Informação e Artes por meio da trilogia da incomunicabilidade formada pelos filmes dirigidos por Michelangelo Antonioni, com o objetivo de delinear e experimentar maneiras de indexar fora dos quadros do estruturalismo da Ciência da Informação. Faz-se uso do conceito filosófico de Linguagem Documentária Menor, ao apresentar novos termos para a indexação dos filmes mencionados, baseados na filosofia do cinema de Gilles Deleuze, especificando o estruturalismo da Ciência da Informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Solange Puntel Mostafa, Universidade de São Paulo Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Departamento de Educação, Informação e Comunicação

Possui Graduação em Biblioteconomia e Documentação pela Escola de Biblioteconomia e Documentação de São Carlos (1972), Mestrado em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (1981) e Doutorado em Educação (Filosofia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1985), com experiência de Pós-Doutorado na Inglaterra, PNL, Londres. Atualmente é Professora da Universidade de São Paulo - USP- FFCLRRP ? Curso: Ciências da Informação e Documentação. Tem experiência na área de Educação e Comunicação com ênfase em processos de informação e comunicação, atuando principalmente nos temas do ensino e aprendizagem frente à novas mídias. Atualmente dedica-se à intercessão da Filosofia da Diferença como as Linguagens Documentárias e a Ciência da Informação.

 

 

Igor Soares Amorim, Universidade Federal de Santa Catarina Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação

Doutorando em Ciência da Informação no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Formado em Ciências da Informação, Documentação e Biblioteconomia pela Universidade de São Paulo.Atualmente é integrante do programa de pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina, onde, com apoio financeiro da CAPES, desenvolve a pesquisa em nível de doutorado denominada de "Cartografar: debate sobre os métodos da Análise de Domínio". Foi professor substituto do departamento de Ciência da Informação, atuando nas graduações de arquivologia e biblioteconomia. Compõe os grupos de pesquisa Núcleo de Estudos em Informação e Mediações Comunicacionais Contemporâneas (NEIMCOC/UFSC), Deleuze e a Ciência a Informação (USP) e Organização do Conhecimento e Gestão Documental (UFSC).

Deise Maria Antonio Sabbag, Universidade de São Paulo Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Departamento de Educação, Informação e Comunicação

Possui graduação em Biblioteconomia pela UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA - Júlio de Mesquista Filho (1999), mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2008) e doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2013). Atualmente é professor doutor da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Ciência da Informação atuando principalmente nos seguintes temas: indexação, análise documental, organização do conhecimento, organização e representação da informação e representação da informação

Referências

AIREY, M. The ‘Seer’ in Michelangelo Antonioni’s L’eclisse (1962). 2014.

CAMPOS, A. T. A indexação. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília, v. 15, n. 1, p. 69-72, 1987.

CHAUMIER, J. Indexação: conceito, etapas e instrumentos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 21, n. 1/2, p. 63-79, jan./jun. 1988.

CHUANG, A. In search of lost time: La Notte and the time-image. 2006. Thesis (Master of Arts) - Faculty of the Graduate School of Vanderbilt University, Nasville, 2006.

CORDEIRO, R. I. N.; AMÂNCIO, T. Análise e representação de filmes em unidades de informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 34, n. 1, p. 89-94, jan./abr. 2005.

DELEUZE, G. Cinema 1: a imagem-tempo. São Paulo: Brasiliense, 2013.

DELEUZE, G. Cinema 2: a imagem-tempo. São Paulo: Brasiliense, 2007.

DELEUZE, G. Em que se pode reconhecer o estruturalismo? In: DELEUZE, G. A ilha deserta. São Paulo: Iluminuras, 2006. p. 221-247.

DELEUZE, G; GUATARRI, F. Mil platôs. São Paulo: Editora 34, 2010.

FÉDÉRATION INTERNATIONALE DES ARCHIVES DU FILM. Glossary of filmographic terms. Belgium, 2012.

FORD, Hamish. Antonioni’s Lávventura and Deleuze’s Time-image. Senses of Cinema, Melbourne, n. 28, oct. 2003.

GARCÍA GUTIÉRREZ, A. Estructura linguística de la documentación: teoría y método. Murcua: Universidad de Murcia, 1990.

GARDIN, Jean-Claude. Document analysis and linguistic theory. Journal of Documentation, London, v. 29, n. 2, p. 137-168, 1973.

HERR, Bruce W. et al. Movies and actors: mapping the Internet Movie Database. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON INFORMATION VISUALIZATION, 11., 2007, Zurich. Proceedings… Zurich, 2007. p. 465-469.

HESÍODO. Teogonia: a origem dos deuses. 3. ed. São Paulo: Iluminuras. 1995.

INTERNET MOVIE DATABASE. c2017.

L’AVVENTURA. Direção: Michelangelo Antonioni. Roteiro: Michelangelo Antonioni, Elio Bartolini, Tonino Guerra. 1960. 143min, mono, p&b.

L’ECLISSE. Direção: Michelangelo Antonioni. Roteiro: Michelangelo Antonioni, Tonino Guerra, Elio Bartolini, Ottiero Ottieri. 1962. 126 min, mono, p&b.

LA NOTTE. Direção: Michelangelo Antonioni. Roteiro: Michelangelo Antonioni, Tonino Guerra. 1961. 122 min, mono, p&b.

LARA, Marilda Lopes Ginez. O processo de construção da informação documentária e o processo de conhecimento. Perspectivas em ciência da informação, Belo Horizonte, v. 7, n. 2, jul./dez. 2002.

LIMA, Juliana. A aventura da comunicação. Cinéfilos, São Paulo, set. 2012.

LIRA, B. S. Ética e estética: o papel da indexação na recepção de um filme. Aniki: Revista Portuguesa da Imagem em Movimento, Braga, v. 3, n. 1, p. 5-20, jan./jul. 2016.

MATOS, Y. A. V. F. A crônica visual de Michelangelo Antonioni. 2007. Tese (Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

MOSTAFA, S. P. Epistemologia ou Filosofia da ciência da informação. Informação & Sociedade, João Pessoa, v. 20, n. 3, maio/ago. 2010.

MOSTAFA, S. P. Filosofia da diferença e a ciência da informação. Rio de Janeiro: E-papers, 2013.

MOSTAFA, S. P.; NOVA CRUZ, D. V. Por uma linguagem documentária menor. In: BOCCATO, V. R. C.; GRACIOSO, L. S. (Org.). Estudos de linguagem em ciência da informação. Campinas: Alinea, 2011. p. 69-96.

NIETZSCHE, F. Genealogia da moral: uma polêmica. São Paulo: Companhia de Bolso, 2008.

ORTEGA, C. D.; LARA, M. L. G. A noção de documento: de Otlet aos dias de hoje. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v. 11, n. 2, abr. 2010.

RODRIGUES, C. T. Antonioni e o niilismo contemporâneo. Horizontes afins, [S.l.], out. 2012.

ROCKENBACH, F. Conceitos narrativos: Diegese. 2014.

SMIT, J. W. A representação da imagem. Informare, Rio de janeiro, v. 2, n. 2, p. 28-36, jul./dez. 1996.

VIEIRA, C. A aventura, a noite e o eclipse: Antonioni e o cinema moderno. Revista Digital de Psicanálise e Cultura da Escola Brasileira de Psicanálise, Belo Horizonte, n. 3, set. 2015.

WILLIAMS, J. Pós-estruturalismo. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

Downloads

Publicado

2018-02-16

Como Citar

MOSTAFA, S. P.; AMORIM, I. S.; SABBAG, D. M. A. Eros e a Ciência da Informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 24, n. 1, p. 117–144, 2018. DOI: 10.19132/1808-5245241.117-144. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/72463. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)