Confiança nas polícias: percepção dos residentes e desafios para a gestão

Marcos Flávio Rolim, Daiana Hermann

Resumo


A partir das evidências disponíveis que sustentam a importância da confiança da população nas polícias, salientando o quanto o fenômeno é decisivo para a eficiência do trabalho de policiamento e para a própria adesão da cidadania aos ditames legais, o texto analisa os resultados colhidos em pesquisa de vitimização realizada em Porto Alegre, em 2017, na parte que tratou da percepção dos residentes sobre o trabalho da Polícia Militar e da Polícia Civil. A análise dos dados evidencia baixas taxas de confiança para ambas as polícias estaduais - Indicador de Confiança Policial de 49,2% para a Brigada Militar e de 53,7% para a Polícia Civil. A menor confiança nas polícias concentra-se entre as populações mais jovens e mais pobres. No caso da Polícia Militar, encontrou-se diferença estatisticamente significativa também para menor confiança entre a população negra, o que sugere padrões de atuação distintos em uma mesma cidade, a depender dos grupos sociais abordados ou atendidos pelas corporações. Ao final, apresentamos diretrizes que podem auxiliar no processo de definição de políticas específicas capazes de aumentar a confiança do público nas instituições policiais.


Palavras-chave


Confiança na polícia; Justiça procedimental; Legitimidade e eficiência policial

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/15174522-020004812

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Visite nossa página no Facebook

 

ISSN impresso: 1517-4522

ISSN on-line: 1807-0337

Propriedade Intelectual: All content of the journal, except where identified, is licensed under a Creative Commons attribution-type BY.