Perder o objeto e ganhar o processo: o pensamento filosófico de Jesús Martín Barbero em comunicação e cultura

Amparo Marroquín Parducci

Resumo


Este artigo traça o pensamento filosófico que moldou a análise de Jesus Martín Barbero sobre comunicação e cultura. Em suas contribuições, é possível encontrar vestígios de uma filosofia que pensa na modernidade, desde a cultura popular e as mediações produzidas pela cultura massiva. Este texto propõe cinco deslocamentos fundamentais do pensamento acadêmico de sua época: o dialógico, o descolonizador, o disciplinar, o metodológico e o ontológico. Sua formação em filosofia, que começa em Ávila e continua na Universidade de Lovaina, lhe dá outra visão sobre as perguntas que haviam sido feitas na América Latina.


Palavras-chave


Jesús Martín Barbero. Comunicação. Cultura. Filosofia. Cultura popular.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201843.35-47



Intexto | E-ISSN 1807-8583

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: intexto@ufrgs.br

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos