Ultrapassando fronteiras: trajetórias de ascensão de militantes brasileiros no sindicalismo transnacional

Maurício Rombaldi, Kimi Aparecida Tomizaki

Resumo


Este artigo pretende analisar o processo por meio do qual, nas últimas duas décadas, sindicalistas brasileiros se engajaram na construção de uma “agenda global” de defesa dos direitos dos trabalhadores. Mais especificamente, interessa-nos compreender quais são as condições sociais de acesso às organizações sindicais internacionaisparadiscutir como a militância, no plano global, tem se convertido em um caminho, até então improvável, para lideranças nacionais. Para tanto, lançaremos mão da análise de trajetórias de sindicalistas metalúrgicos brasileiros que ocupam cargos na federação sindical internacional IndustriALL. A análise dos dados indica que as trajetórias sindicais internacionais têm se sustentado sobre um conjunto de capitais e um habitus militante específicos, articulados com o desenvolvimento de variáveis objetivas, particulares do caso brasileiro.

Palavras-chave


Trabalho, Sindicatos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/15174522-019004502

Visite nossa página no Facebook

 

ISSN impresso: 1517-4522

ISSN on-line: 1807-0337

Propriedade Intelectual: All content of the journal, except where identified, is licensed under a Creative Commons attribution-type BY-NC.