A empresa neoliberal: da ordem espontânea à ordem moral

Anne Salmon

Resumo


O vocabulário dos riscos psicossociais permite qualificar novos sofrimentos no trabalho: enquanto, no século XIX, a violência feita aos corpos atingia as almas, hoje as pressões exercidas sobre as mentes atingem os corpos. Essa terminologia, que se tornou usual no jargão administrativo, é, todavia, dúbia, pois conduz à individualização e à despolitização dos problemas. Essa negação do político está no âmago do projeto neoliberal. Por isso, propomos analisar a coerência ideológica dessa doutrina, antes de examinar de que forma os dispositivos administrativos nas grandes empresas podem ter incorporado, ao menos em parte, uma visão da ação humana sem fim, sem vontade e sem prazer. 


Palavras-chave


Neoliberalismo. Hayek. Governança empresarial. Concorrência. Sofrimento no trabalho. Ética administrativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/15174522-019004511

Visite nossa página no Facebook

 

ISSN impresso: 1517-4522

ISSN on-line: 1807-0337

Propriedade Intelectual: All content of the journal, except where identified, is licensed under a Creative Commons attribution-type BY-NC.