A UTILIZAÇÃO DE JOGOS E SIMULAÇÕES DE EMPRESAS NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO NO ESTADO DA BAHIA

Gustavo da Silva Motta, Rogério Hermida Quintella

Resumo


Este artigo apresenta um panorama sobre a utilização dos jogos de empresas na graduação emAdministração pelas Instituições de Ensino Superior (IES) do estado da Bahia. Observa-se umcrescente interesse de professores, no País e no Estado, na aplicação de jogos para a formaçãoprofissional do administrador. O aumento do interesse por essa técnica pode ser decorrente,entre outras origens, dos muitos benefícios que a literatura demonstra para seus usuários.Nesse artigo é desenvolvida uma revisão teórica dessa literatura buscando os seus conceitoscentrais, a origem dos jogos e sua utilização no Brasil e no mundo. Em um segundo momento,apresenta-se dados de um levantamento realizado com 47 coordenadores de cursos deAdministração de IES baianas sobre suas experiências institucionais com o uso da técnica.Optou-se por uma abordagem quantitativa com a utilização de estatísticas descritivas(frequência, média e desvio-padrão), constatando que 44,7% das IES da Bahia aplicam o jogopara a formação de administradores. Igualmente, pode-se verificar que esta utilização devecrescer nos próximos cinco anos para 63,8%, por causa dos elevados índices de satisfaçãocom a aplicação e o mais alto grau de concordância com os aspectos favorecedores do quecom os dificultadores à adoção do jogo. Finalmente, dois pontos se destacam como críticos auma aplicação mais ampla dos jogos de empresas nos cursos de Administração no Estado daBahia: o custo de aquisição e a oferta de simuladores eletrônicos.

Palavras-chave


Jogos de Empresas; Instituições de Ensino Superior (IES); Estado da Bahia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




REAd - Revista Eletrônica de Administração 

Escola de Administração - UFRGS |

Rua Washington Luiz, 855 - 1° Andar - Porto Alegre/RS - Brasil | CEP: 90010-460

Correio eletrônico: ea_read@ufrgs.br