SUPORTE TEXTUAL, COERÊNCIA E PRODUÇÃO DE SENTIDOS: DISCUSSÃO A PARTIR DE TEXTOS DE MÍDIA DE AMBIENTE

Juliana de Mello Chagas Lima, Edson Carlos Romualdo

Resumo


: Este artigo tem como ponto de partida a observação da existência de novos espaços para a publicação de peças publicitárias, em especial o uso de diferentes suportes e formatos. Nosso objetivo, neste trabalho, é contribuir para a discussão sobre a importância dos suportes na construção dos sentidos dos textos, principalmente no que se refere a sua coerência, com base em autores como Marchuschi (2003; 2008), Koch (2009), Koch e Travaglia (2011), Bonini (2011), entre outros. Analisamos textos da chamada "mídia de ambiente", uma vertente da criação e veiculação publicitária, que tem como característica a instalação de peças publicitárias em locais inusitados e de grande fluxo de pessoas. Consideramos que essas novas formas de publicidade permitem novas relações para a produção de sentidos, devido à interação com o ambiente físico em que estão inseridas e as relações entre sujeitos e objetos promovidas a partir de sua publicação, levando-nos a propor o suporte como um dos fatores de coerência.

 

Palavras-chave: linguística textual; suporte; mídia de ambiente.

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.81601

Direitos autorais 2018 Juliana de Mello Chagas Lima, Edson Carlos Romualdo

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

           Imagen relacionada

   

Flag Counter