EM DEFESA DA NOÇÃO SOBRE REDES REFERENCIAIS NA CONSTRUÇÃO DO TEXTO

Janaica Gomes Matos

Resumo


  • Nosso artigo se centra na necessidade de rediscutirmos a noção mais clássica em torno das cadeias referenciais, na Linguística Textual e, com base nisto, repensarmos um novo tratamento a conferir sobre o fenômeno, sugerindo chamá-lo de redes referenciais, de modo mais compatível com os pressupostos sociocognitivo-discursivos, na área de estudos da referenciação. Para tanto, apoiamo-nos, principalmente, em obras como a de Cavalcante (2011; 2012), Cavalcante, Custódio Filho e Brito (2014) e Custódio Filho (2011). Nossa proposta é resultante de nossa pesquisa de tese sobre as tessituras de referentes, atendendo aos parâmetros do gênero textual e à construção das recategorizações aplicadas à nota jornalística.

Texto completo:

PDF PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.81588

Direitos autorais 2018 janaica gomes matos

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

           Imagen relacionada

   

Flag Counter