O ENSINO DA ESCRITA VIA TEXTO NA FORMAÇÃO DOCENTE

Cleide Inês Wittke

Resumo


Este artigo objetiva refletir sobre a produção escrita na formação inicial do docente, levando em conta atividades de ensino e de pesquisa. A partir de um aporte com interface entre duas teorias do texto: Linguística Textual (ADAM, 2011; KOCH, 2006; KOCH, ELIAS, 2010, 2016) e Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART,1999, 2008; MACHADO, 2005) e tomando o gênero textual como objeto de ensino (MARCUSCHI, 2008, 2010; SCHNEUWLY, DOLZ, 2009, 2010), realizamos este estudo com base em dois campos – i.e., ensino e pesquisa -  vivenciados na nossa prática cotidiana como formadora de professores e pesquisadora em uma universidade do sul do Brasil. Com este estudo, concluímos que, embora o texto/gênero textual seja reconhecido como objeto de estudo, os futuros professores ainda encontram dificuldades em abordá-lo e produzi-lo sob uma perspectiva de interação, de construção de sentidos. Vemos o trabalho realizado através de projetos como uma das possibilidades para superar as dificuldades encontradas no ensino da escrita nas aulas de língua.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.80975

Direitos autorais 2018 Cleide Inês Wittke

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

           Imagen relacionada

   

Flag Counter