“LA MAIN” (1924) DE COLETTE E A REPRESENTAÇÃO DA MULHER CASADA NO INÍCIO DO SÉCULO XX

Maristela Gonçalves Sousa Machado

Resumo


Esse artigo propõe uma leitura de “La main”, novela publicada na coletânea La femme cachée de Colette em 1924. No século em que romance domina as publicações literárias, a autora, assim como outros romancistas renomados, publicou textos curtos que não obtiveram a mesma repercussão no conjunto de sua obra. Pretendo analisar “La main” e realizar uma leitura cruzada da novela com O segundo sexo (1949) de Simone de Beauvoir, obra fundadora dos estudos feministas, para demonstrar que a narrativa de Colette é consubstancial ao seu tempo, ao desvelar os medos e a frustração da mulher casada quando confrontada às exigências da sociedade patriarcal.

 

 

 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22456/2238-8915.76981

Direitos autorais 2017 Organon

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

Flag Counter