Contrato midiático e Condições de uso: um aceno sobre a expectativa dos veículos ao disponibilizar a plataforma de comentários de leitores em suas páginas na web

Thaísa Cristina Bueno

Resumo


Este artigo busca entender a intenção da mídia por trás do sistema de comentários de leitores analisando seu próprio discurso, apresentado nos termos e condições de uso da plataforma. A investigação é uma tentativa de desvendar, na linha de conduta exposta pelo veículo, o que estes esperam ao manter o dispositivo, mesmo depois deste ter se mostrado um problema na sua administração, já que requer um investimento alto na moderação de postagens, e por não terem encontrado um papel sólido na rotina produtiva dos veículos. A partir da dissecação detalhada deste texto, de orientações de uso disponibilizado nas páginas dos veículos, e a partir dos pressupostos do Contrato Midiático de Pratrick Charaudeau, este artigo analisa os textos disponíveis aos leitores que se dispõem a comentar nos sites dos jornais Folha de S. Paulo, que adota um modelo pré-moderado de inserção, e O Globo, que prefere a postagem de moderação posterior. O resultado do estudo mostra que os veículos não querem, efetivamente, promover um diálogo com leitores por meio da plataforma e estão, substancialmente, preocupados em manter o controle do dito. 


Palavras-chave


Comentários de leitores. Condições de uso. Contrato de informação midiático. Patrick Charaudeau. Análise do discurso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19132/1807-8583201738.117-133



Intexto | E-ISSN 1807-8583

Classificação Qualis: B1 - Ciências Sociais Aplicadas, Interdisciplinar, e História | B2 - Planejamento Urbano e Regional | B3 - Antropologia/Arqueologia, e Administração, Ciências Contábeis e Turismo. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: intexto@ufrgs.br

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos