Escolas ocupadas no Rio de Janeiro em 2016: motivações e cotidiano

Diógenes Pinheiro

Resumo


Em 2016, estudantes secundaristas ocuparam algumas escolas públicas no Rio de Janeiro e esta pesquisa investigou suas motivações, ouvindo opiniões de estudantes ocupantes e não ocupantes sobre essa tática do movimento estudantil. Utilizou metodologias da extensão universitária, que valorizaram o sujeito estudado como parte ativa na produção do conhecimento, ao lado de técnicas variadas de coleta de dados: questionário, observação participante, rodas de conversa e registros dos próprios jovens. Analisa especificidades do formato ocupação, dialogando com pesquisas sobre ativismo juvenil no recente ciclo de políticas públicas de juventude no Brasil. A conclusão é que a escola que os jovens querem não é possível sem a sua presença efetiva nos debates, já que sua principal reivindicação é o direito à participação. Implica praticar, efetivamente, os princípios expressos na Constituição Federal (1988) e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (1996) em relação à “gestão democrática da escola”, pois direções de escola autoritárias foram uma das motivações importantes para as ocupações.

Palavras-chave: Juventude. Escola. Participação.

Occupy moviments at schools in Rio de Janeiro in 2016: motivations and everyday lives

Abstract

In 2016, high school students occupied some public schools in Rio de Janeiro and this research investigated their motivations, listening to opinions of students occupying and not occupying on this tactic of the student movement. It used methodologies of university extension, which valued the studied subject as an active part in the production of knowledge, along with varied techniques of data collection: questionnaire, participant observation, talk wheels and youth records themselves. It analyzes the specificities of the occupation format, dialoguing with research on youth activism in the recent cycle of public youth policies in Brazil. The conclusion is that the school that young people want is not possible without their effective presence in the debates, since their main claim is the right to participation. It implies practicing effectively the principles expressed in the Federal Constitution (1988) and in the Law of Guidelines and Bases of Education (1996) regarding "democratic school management", as authoritarian school directions were one of the important motivations for occupations. 

Key words: Youth. School. Participation.

 



Texto completo:

265-283 PDF


Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - NUPECS/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191