A Intenção Pankararu: A "Dança dos Praiás" como tradução intercultural na cidade de São Paulo

Marcos Alexandre dos Santos Albuquerque

Resumo


Os indígenas Pankararu migram de Pernambuco para a cidade de São Paulo há mais de 60 anos. Somando hoje mais de 2000 pessoas nessa cidade, eles mantêm uma associação, como forma de reivindicar direitos, e realizam apresentações da performance “dança dos praiás”, versão heterodoxa de uma dança ritual restrita às suas aldeias em Pernambuco. Este artigo analisa essa performance como uma tradução intercultural contra hegemônica cuja intenção é dotar os Pankararu de capital simbólico nas arenas da cidade de São Paulo, nas quais atualizam-se categorias do poder tutelar.

Palavras-Chave: Pankararu. Interculturalidade. Tradução. Poder Tutelar.

The Pankararu Intention: the "praiás`s dance" as an intercultural translation in the city of São Paulo

Abstract

The Pankararu indigenous migrate from Pernambuco to the city of São Paulo for over 60 years. Today are more than 2000 Pankararu in this city, they maintain an association as a way to vindicate their rights, and shows the performance "dance of the praiás", unorthodox version of a ritual dance restricted to their villages in Pernambuco. This article analyzes this performance as a counter-hegemonic intercultural translation whose intention is to equip Pankararu of symbolic capital in the arenas of São Paulo, in which tutelage power’s categories are update.

Key words: Pankararu. Interculturality. Translation. Tutelage power.

 

 


Texto completo:

158-187 PDF


Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - NUPECS/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191