A universidade como área de influência, no olhar de um Guarani

Osias Awá-Mboparadjú Guarani Ramos Sampaio

Resumo


Neste texto falo da minha trajetória no curso de jornalismo, que estudei na Universidade Estadual de Londrina (UEL). Faço um contexto do índio urbano na colonização e na educação escolar indígena. Mostro a universidade como nova área de influência indígena e o motivo da minha escolha do Jornalismo. Apresento dificuldades que tive na universidade e menciono alguns eventos que contribuíram para a minha evolução. Cito a minha participação na CUIA local e falo do respeito que há entre os anciãos e líderes da aldeia e eu. Comento a atuação dos agentes da FUNAI e discorro sobre a formação superior do índio no contexto do crescimento populacional das terras indígenas. Apresento por fim como é a convivência com a aldeia após minha formação.

Palavras-chave: Educação Indígena. Índios urbanos. Territorialidade.

NĨMBOEATYGWATSU OIKO PYAU TEKOA REMBE, GUARANI OETXA OKÕRĨ

Aywu mbarií

Koapy amboparama atxauka agwã anῖmbo’e ramõ jornalismo Universidade Estadual de Londrina (UEL) py. Txee amombe’u mara’ῖ nhande nhandéwa oikoa tekoa, awií colonização reko mbyté py, awií nῖmbo’e nhandéwa nῖmboeaty py. Atxaukama nῖmboeatygwatsu rowaire maraῖ nhandéwa oiko mbyté py. Txee amombe’u aiporawõ reko jornalismo aipotama. Atxaukama anῖmbo’e nῖmboeatygwatsu py, awií aywu mba’e porã txipytymõma. Amombe’u txee apytymõma Cuia local. Aywu respeito tudjákweri rewe, nhandéwa rowitxá rewe, awií txerewe. Aywu mbaéwa agentes FUNAI odjapóma, awií aywu nhande nîmbo’e nhimboeatygwatsú py, awií nhandéwakweri tekoa py. Amombe’u txee tekoá py koãy ma.

Aywú mbarií: Nῖmbo’é Nhandéwa. Nhandéwa tetã rupigwá. Tekowy.

 

 


Texto completo:

134-157 PDF


Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - NUPECS/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191