Avaliação de fatores associados ao diagnóstico de queimação bucal: um estudo preliminar

Vanessa Leal Scarabelot, Luiz Makito Osawa Gutierrez, Andressa de Souza, Márcia Gaiger de Oliveira, Anna Cecília Moraes Chaves, Maria Cristina Munerato, Maria Paz Hidalgo, Wolnei Caumo, Iraci Lucena Torres

Abstract


Objetivo: avaliar fatores associados ao diagnóstico de ardência bucal como xerostomia, hipossalivação, sintomas depressivos, ansiedade, transtornos de sono, doenças sistêmicas e uso continuo de medicamentos. Métodos: 22 pacientes recrutados em ambulatórios do HCPA e FO/UFRGS foram avaliados através de escalas validadas e questionário sócio-demográfico, seguido de medidas de fluxo salivar espontâneo e estimulado através do método de expectoração salivar. Na análise estatística descritiva foi utilizado SPSS 16.0. Resultados: a amostra foi composta por 4 homens e 18 mulheres com idade média de 61,6 anos +2,83. As médias de fluxo salivar espontâneo e estimulado foram 0,27 ml/min e 0,84ml/min, respectivamente. A hipossalivação esteve presente em 54,5% dos casos, sendo que a xerostomia foi referida por 31,3% dos pacientes. Sintomas depressivos leves foram observados em 22,7% da amostra. Na avaliação de ansiedade-traço 31,8%apresentaram sintomas de ansiedade moderada, 63,6%, sintomas de ansiedade elevada e 4,5%, ansiedade muito elevada. Quanto à avaliação de ansiedade-estado 27,3% apresentaram sintomas de ansiedade moderada e 72,7% sintomas de ansiedade elevada. 77,2% apresentaram alterações de sono. Os exames sorológicos não apresentaram alterações significativas. Conclusão: estes resultados sugerem associação entre os parâmetros comportamentais avaliados e os sintomas bucais, sendo necessário o aumento da amostra para que possamos confirmar estatisticamente essa tendência.

 


Keywords


Ardência bucal; xerostomia



Copyright (c)



ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

   

  

 

Apoio Financeiro:

  

 

Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.