Análise das Metas do Plano Municipal de Educação de Quixadá-CE à Luz do PNE, da Legislação e do Documento Norteador

Antônio Jones Bezerra de Almeida, Sueli Maria de Araújo Cavalcante, Alberto Sampaio Lima, Linnik Israel Lima Teixeira

Resumo


O Plano Nacional de Educação se apresenta como um instrumento de planejamento que orienta a execução e o aprimoramento de políticas públicas do setor de educação. A presente pesquisa analisa o alcance das metas referentes ao ensino básico do Plano Municipal de Educação 2015-2025, sumarizando os dados obtidos do portal do Ministério da Educação (MEC), referentes às metas para o município de Quixadá, e contrastando os dados obtidos com dados equivalentes do Estado do Ceará e do âmbito Nacional. Utilizou-se o estudo de caso como método, cuja coleta de dados se fez por meio de acesso a documentos em sites oficiais via web. Considerando a relevância de todos os indicadores e sem prescindir da importância dos demais, destacam-se os indicadores da Meta 5, pois representam pré-requisito a outros indicadores, estando relacionado à alfabetização, portanto à capacidade de entendimento daquilo que se lê, pelo fato de ser o meio para se aprender outras habilidades, ampliando a autonomia das pessoas com relação ao autoaprendizado e à educação continuada.


Palavras-chave


PNE. Plano Municipal de Educação. Avaliação Educacional.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRIOLA, Wagner Bandeira. Evaluación: La vía para la calidad educativa. Ensaio. Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 7, n. 25, p. 355-368, 1999.

BANDEIRA, Claudia et al. O Uso dos Indicadores da Qualidade na Educação na Construção e Revisão Participativas de Planos. São Paulo: Ação Educativa, 2013. 32 p. (Coleção De Olho nos Planos).

BLASQUES, Cynthia Neves. A Educação do Século XXI e as Competências da Sociedade do Conhecimento e da Aprendizagem. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, 3., 2016, São Carlos. Anais... São Carlos: UFSCAR, 2016. p. 1-15. Disponível em: . Acesso em: 09 dez. 2016.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Diário Oficial da União, Brasília, 05 out. 1988.

BRASIL. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. P. 27833.

BRASIL. Emenda Constitucional nº 59, de 11 de novembro de 2009. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 12 nov. 2009.

BRASIL. Diretoria de Estudos Educacionais (Dired). Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). PNE em Movimento: Construindo Indicadores Educacionais nos municípios. Brasília: Inep, 2016a. Disponível em: . Acesso em: 29 nov. 2016.

BRASIL. IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Secretaria do Planejamento e Gestão do Governo do Estado do Ceará. Cidades. 2013. Disponível em: . Acesso em: 05 dez. 2016.

BRASIL. INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Plano Nacional de Educação PNE 2014-2024: Linha de Base. Brasília, 2015. 404 p. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2016.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 jun. 2014a. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. IDEB - Índice de desenvolvimento da Educação Básica: Resultados e Metas. 2005-2015. Atualizado em: 05 set. 2016. Disponível em: . Acesso em: 06 dez. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. InepData: consulta de informações educacionais. 2014. Pesquisa aplicada de 17 a 28 de novembro de 2014. Disponível em: . Acesso em: 09 dez. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Márcia Angela da Silva Aguiar. Planejando a Próxima Década: Conhecendo as 20 Metas do Plano Nacional de Educação. Brasília: MEC, 2014b. 62 p. Disponível em: . Acesso em: 01 dez. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Presidência da República. Monitoramento e Avaliação dos Planos de Educação. Brasília, 2016b. Disponível em: . Acesso em: 07 dez. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Clodoaldo José de Almeida Souza. Documento Norteador para Elaboração de Plano Municipal de Educação – PME. Brasília: Secretaria de Educação Básica, 2005. 98 p.

BRASIL. UNESCO. Educação 2030 Declaração de Incheon: rumo a uma educação de qualidade inclusiva e equitativa e à educação ao longo da vida para todos. Brasília: UNESCO, 2016c. Disponível em: . Acesso em: 07 dez. 2016.

CEARÁ. Comissão de Normalização. Biblioteca Universitária UFC (Org.). Guia de Normalização de Trabalhos Acadêmicos da UFC. Fortaleza: Biblioteca Universitária, 2013. 173 p. Disponível em: . Acesso em: 06 dez. 2016.

CEARÁ. Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE). Secretaria do Planejamento e Gestão (SEPLAG). Perfil Básico Municipal - 2015 - Quixadá. 2015. Disponível em: . Acesso em: 05 dez. 2016.

DOURADO, Luiz Fernandes. Políticas e Gestão da Educação Básica no Brasil: limites e perspectivas. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, p. 921-946, out. 2007.

EDITORES, Revista Educação & Sociedade. O Contexto Político e a Educação Nacional - Editorial. Educação & Sociedade, Campinas, v. 37, n. 135, p. 329-334, jun. 2016. Disponível em: . Acesso em: 23 dez. 2016.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria. Educação Básica no Brasil na Década de 1990: subordinação ativa e consentida à lógica do mercado. Educação & Sociedade, Campinas, v. 24, n. 82, p. 93-130, abr. 2003.

GIL, Antonio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010. 184 p.

HENTZ, Paulo. O Plano Nacional de Educação e suas Consequências nos Estados e nos Municípios. Roteiro, Joaçaba, ed. especial, n. 1, p. 131-144, 15 nov. 2014.

HÖFLING, Eloisa de Mattos. Estado e Políticas (Públicas) Sociais. Cadernos Cedes, Campinas, v. 21, n. 55, p. 30-41, nov. 2001.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de Metodologia Científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010. 320 p.

OLIVEIRA, Regina Tereza Cestari de. A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO CONTEXTO BRASILEIRO: ASPECTOS HISTÓRICOS. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS “HISTÓRIA, SOCIEDADE E EDUCAÇÃO NO BRASIL”, 9., 2012, João Pessoa. Anais Eletrônicos. João Pessoa - Pb: Ufpb, 2012. p. 2797 - 2812.

OLIVEIRA, Tiago Grama de. As condições das creches públicas e conveniadas com o poder público no Brasil. Revista Ibero-americana de Educação, Araraquara, v. 71, p. 63-86, 2016.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do Trabalho Científico [recurso eletrônico]: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Universidade Feevale, 2013. 276 p. Disponível em: . Acesso em: 23 maio 2016.

QUIXADÁ (Município). Lei nº 2755, de 19 de junho de 2015. Aprova o Plano Municipal de Educação de Quixadá para o Decênio 2015 a 2025 e dá outras providências. Plano Municipal de Educação de Quixadá. Quixadá, CE, 2015b. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2016.

QUIXADÁ (Município). Portaria nº 001, de 10 de setembro de 2013. Cria o Fórum Municipal de Educação para coordenar a elaboração do Plano Municipal de Educação de Quixadá e dá outras providências. Portaria Gabinete 001/2013. Quixadá, CE, 2013a. Disponível em: . Acesso em: 06 dez. 2016.

QUIXADÁ (Município). Portaria nº 002, de 10 de setembro de 2013. Nomeia a comissão do Plano Municipal de Educação para o decênio 2015 a 2025 e dá outras providências. Portaria Gabinete 002/2013. Quixadá, CE, 2013b. Disponível em: . Acesso em: 06 dez. 2016.

QUIXADÁ (Município). Portaria nº 35/2014, de 30 de julho de 2014. Institui a Comissão Representativa da Sociedade para Elaboração/Adequação do Plano Municipal de Educação do Município de Quixadá-Ce. Portaria Gabinete 035/2014. Quixadá, CE, 2014. Disponível em: . Acesso em: 06 dez. 2016.

QUIXADÁ. Câmara Municipal de Quixadá. 19.06.15 - Câmara discute Plano Municipal de Educação. Quixadá, CE, 2015a. Disponível em: . Acesso em: 06 dez. 2016.

RIBEIRO, Vera Masagão. Alfabetismo funcional: referências conceituais e metodológicas para a pesquisa. Educação & Sociedade, Campinas, v. 18, n. 60, p. 144-158, 1997.

SOUZA, Donaldo Bello de; BATISTA, Neusa Chaves. Balanço das Avaliações Municipais do Plano de Ações Articuladas: desafios atuais ao desenvolvimento da política nacional PAR. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 32, n. 1, p. 105-131, mar. 2016.

UNESCO. Educação 2030 - Declaração de Incheon: Rumo a uma educação de qualidade inclusiva e equitativa e à educação ao longo da vida para todos. Brasília: UNESCO, 2016. 53 p. Disponível em: . Acesso em: 07 dez. 2016.

UNESCO; ONU (Org.). Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos 2015: progressos e desafios. Paris: Unesco Publishing, 2015. 55 p. Relatório Conciso. Disponível em: . Acesso em: 07 dez. 2015.

VALLE, Bertha de Borja Reis do. O PNE e o PDE como desafios políticos para os educadores. Revista Tessituras, Nova Friburgo, Edição Zero, p. 1-14, 2009. Disponível em: . Acesso em: 29 nov. 2016.

VIANNA, Heraldo Marelim. Fundamentos de um Programa de Avaliação Educacional. Brasília: Liber Livro Editora, 2005. 182 p.

YIN, Robert K. Estudo de Caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.




DOI: https://doi.org/10.17648/fineduca-2236-5907-v8-76983

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fineduca adota o formato de publicação contínua.

 

Fontes de Indexação:

LATINDEX

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.