Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Drug Analytical Research?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

INTRODUÇÃO
O periódico Drug Analytical Research é um meio nacional e internacional de publicar tanto artigos originais quanto trabalhos de revisão em todas as áreas relevantes da química analítica e bioanalítica aplicadas às Ciências Farmacêuticas. Os artigos divulgados pelo periódico são voltados à determinação analítica de drogas e fármacos em diferentes matrizes, bem como revisão sistemática de temas relacionados aos métodos de separação e análise, usualmente utilizados na prática investigativa.
Serão considerados para publicação no periódico Drug Analytical Research manuscritos redigidos em Inglês que contemplem o escopo da revista. Sendo assim, os trabalhos devem se encaixar dentro de uma das modalidades abaixo:


Artigos Originais: refere-se a trabalhos inéditos de pesquisa. Devem seguir a forma usual de apresentação, contendo as seções: Introdução, Parte Experimental, Resultados e Discussão, Conclusão e Referências, de acordo com as peculiaridades de cada trabalho. Deverão ter no máximo 25 páginas, não
excedendo 3000 palavras incluindo figuras, tabelas, esquemas e outros elementos. Tabelas devem estar incluídas no mesmo arquivo do artigo (depois das referências) e as figuras devem ser submetidas em arquivos individuais. O Resumo (Abstract) não deve exceder 250 palavras.


Artigos de Revisão: destinados a sintetizar e avaliar criticamente o conhecimento de um tema em particular. Deverão ter no máximo 40 páginas, incluindo figuras, tabelas, esquemas e outros elementos. Tabelas devem estar incluídas no mesmo arquivo do artigo (depois das referências) e as figuras devem ser submetidas em arquivos individuais. O Resumo (Abstract) não deve exceder 250 palavras.


ORGANIZAÇÃO DO MANUSCRITO
Geral
Deve-se utilizar a fonte Times New Roman, tamanho de 12 pt e cor preta. O espaçamento entre linhas deve ser de 1,5×. As páginas devem ser numeradas consecutivamente, no canto inferior direito e os subtítulos em itálico. As linhas devem ser enumeradas. Os títulos das seções devem ser escritos em negrito.
O Material Suplementar, facultativo, deve conter informações relevantes e complementares àquelas já apresentadas no manuscrito.
Página de título - A primeira página deverá conter o título do trabalho, em negrito e caixa alta, nome dos autores em negrito e endereço. Se o endereço onde o trabalho foi conduzido é diferente do endereço atual de qualquer um dos autores, uma nota de rodapé indicando a posição atual pode ser incluída. Havendo autores com diferentes endereços, estes deverão ser listados em sequência e indicados utilizando-se letras sequenciais. O autor correspondente deve estar indicado com asterisco (*) acompanhado do endereço eletrônico.
Resumo e palavras-chave (Abstract e Keywords) - A segunda página deverá conter o título e o resumo do trabalho, ambos em inglês, com o número de palavras descritas para cada tipo de artigo (ver acima) e
a indicação de 3 a 5 palavras-chave (keywords), também em inglês. O texto deve se iniciar a partir da terceira página do manuscrito.
Manuscrito - Os manuscritos deverão apresentar clareza e concisão. A seção Introdução deverá identificar de forma clara e breve, utilizando-se de referências relevantes, a natureza do problema sob investigação e o conhecimento prévio a respeito dele. Revisões extensas da literatura não serão aceitas.
A seção Parte Experimental deve preceder a seção Resultados e Discussão. A seção Conclusões, que resumirá brevemente as principais conclusões do trabalho, deverá ser disposta logo após a seção Resultados e Discussão.
A Parte Experimental do manuscrito deve descrever de forma clara e objetiva os ensaios realizados. O grau de pureza dos materiais utilizados deve ser fornecido. A descrição de procedimentos já estabelecidos não é necessária. A instrumentação utilizada só deve ser descrita caso não seja padrão, citando aquelas disponíveis comercialmente a partir de suas marcas e modelos.
Tabelas – devem ser numeradas consecutivamente, em números arábicos, na ordem em que forem citadas no texto. Qualquer informação extra deve vir abaixo da tabela, na forma de nota de rodapé, utilizando-se as letras a, b, c e assim por diante.
Figuras e Gráficos – ilustrações (desenhos, esquemas, fotografias, etc.) devem ser enviados em arquivos separados, em formato .JPG e alta resolução – no mínimo 300 dpi. As Figuras devem ser numeradas sequencialmente com números em arábico, na ordem em que aparecem no texto. Se há figuras
extraídas de outros artigos publicados anteriormente, os autores devem providenciar uma permissão redigida para sua reprodução. Essa autorização deve acompanhar os manuscritos submetidos para publicação. As legendas devem vir listadas na última página do manuscrito, após as Tabelas.
Abreviações – devem ser descritas na primeira menção. No restante do manuscrito, não é necessário repetir o significado novamente. Nome de medicamentos: o nome genérico deve ser usado. No caso de citações de equipamentos devem estar incluídos modelo, nome do fabricante, estado e país de fabricação.
Agradecimentos – devem incluir a colaboração de pessoas, grupos ou instituições que contribuíram com o estudo, mas que não justificam sua inclusão como autores; também inclui os agradecimentos por apoio financeiro, assitência técnica, etc. Esse item deve vir antes das Referências.
Conflitos de interesse – Se há algum conflito de interesse, esse deve ser declarado. Se não há conflito de interesse, colocar nessa seção: “os autores declaram não haver conflitos de interesse” ou “nada a declarar.”
Referências – numeradas na sequência em que são mencionadas no texto, e identificadas com números
arábicos. A lista de referências deve ser apresentada conforme o formato “Vancouver”, seguindo os exemplos abaixo. Os autores devem garantir que as referências citadas no texto aparecem na lista de referências com os dados corretos. A exatidão das referências é de responsabilidade dos autores.


Exemplos de citações de referências:
Artigos de Revistas (de 1 a 6 autores)
Klampfl CW. Recent advances in the application of capillary electrophoresis with mass spectrometric
detection. Electrophoresis 2006; 27:3–34.


Artigos de Revistas (mais de 6 autores)
Raju CK, Pandey AK, Gururaj S, Ghosh K, Pola A, Goud PSK, et al. Isolation and characterization of novel degradation products of Doxofylline using HPLC, FTIR, LCMS and NMR. J Pharm Biomed Anal. 2017;140:1-10.


Artigos sem o nome do autor
Cancer in South Africa [editorial]. S Afr Med J. 1994; 84:15.


Livros
Watson, GD. Pharmaceutical Analysis: A textbook for pharmacy students and pharmaceutical chemists, 2nd ed. Churchill Livingstone: London; 2005.


Capítulos de livros
Gonçalves JE, Storpirtis, S. O Sistema de Classificação Biofarmacêutica: Conceitos, Determinação da Solubilidade e Permeabilidade e Aplicações na Área Farmacêutica. In: Vieira, NR, Campos, DR, editores. Manual de Bioequivalência - Série Pesquisa Clínica. 2nd ed. São Paulo: Dendrix; 2011, v. 1, p. 137-170.

Livros nos quais os editores (organizadores) são autores
Norman IJ, Redfern SJ, editors. Mental health care for elderly people. New York: Churchill Livingstone;1996. Theses Kaplan SJ. Post-hospital home health care: the elderly’s access and utilization [dissertation]. St. Louis (MO): Washington Univ.; 1995. 


Artigos apresentados em conferências
Bengtsson S, Solheim BG. Enforcement of data protection, privacy and security in medical informatics. In: Lun KC, Degoulet P, Piemme TE, Rienhoff O, editors. MEDINFO 92. Proceedings of the 7th World Congress on Medical Informatics; 1992 Sep 6-10; Geneva, Switzerland. Amsterdam: North-Holland; 1992. p. 1561-5.


Artigos de revistas eletrônicas
Morse SS. Factors in the emergence of infectious diseases. Emerg Infect Dis [serial online] 1995 Jan-Mar [cited 1996 Jun 5];1(1):[24 screens]. Available from: URL:http://www.cdc.gov/ncidod/EID/eid.htm

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  2. O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  3. URLs para as referências foram informadas quando possível.
  4. O texto está em espaço 1,5 x; usa fonte Times New Roman tamanho 12-pontos;  páginas estão numeradas consecutivamente, no canto inferior direito e os subtítulos estão em itálico; As linhas estão enumeradas.
  5. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  6. Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.