Parcelas experimentais de controle de erosão em ravinas com uso de barreiras de fibra vegetal

Alyson Bueno FRANCISCO

Resumo


Esta nota científica apresenta os resultados da aplicação de uma técnica de controle de erosão em ravinas com a instalação de barreiras de bambus. A metodologia foi empregada numa área degradada por voçorocamento e se consiste na delimitação de duas parcelas experimentais, uma parcela experimental com duas barreiras de bambus e outra parcela experimental sem barreiras. Os resultados foram analisados a partir de uma comparação dos dados coletados através do método dos pinos. As barreiras de bambus implantados na horizontal em ravinas possuem como finalidade a interrupção do escoamento superficial concentrado que gera a incisão linear no processo de perda acelerada de solo. Nesta pesquisa foi constatado que a parcela experimental sem barreiras apresentou 41% mais movimentação de solo (erosão e deposição) do que a parcela experimental com as barreiras, a partir de resultados coletados em três períodos de monitoramento. Os resultados apresentados na escala experimental são importantes para a implantação da metodologia de baixo custo em outras áreas degradadas.


Palavras-chave


Áreas Degradadas; Erosão Linear; Monitoramento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O BGG é uma publicação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre

Endereço / Address:Rua Uruguai nº 35 sala 426, Centro

CEP: 90010-140 

Porto Alegre - RS - Brasil

Telefone / Phone: 55 51 3019-8190 

Contato/mail to: boletimgauchodegeografia@ufrgs.br