Território da Pesca no Lago de Itaipu: estudo de caso da Colônia Z11

Graziele FERREIRA, Edson Belo Clemente de SOUZA

Resumo


 Este artigo tem como objetivo analisar a formação de um território que se convencionou chamar o “Território da pesca” no Lago de Itaipu/PR (Brasil), compreendendo especialmente os sujeitos pescadores e sua relação com o território a partir de um estudo de caso da Colônia Z11 de São Miguel do Iguaçu-PR. Sendo o território fruto de uma relação desigual de forças, percebe-se que a partir da formação do Lago de Itaipu, em 1982, formou-se um novo território repleto de conflitos, onde os pescadores artesanais vivem com seus costumes, lutas e divergências com os sujeitos que usam esse território. Metodologicamente, a análise abrange uma revisão bibliográfica sobre o território, a apreciação dos dados fornecidos pelo MPA (Ministério da Pesca e Aquicultura), Itaipu/UEM (Universidade Estadual de Maringá) e entrevistas realizadas com os pescadores.

 


Palavras-chave


Território; Pescadores; Lago de Itaipu.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O BGG é uma publicação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre

Endereço / Address:Rua Uruguai nº 35 sala 426, Centro

CEP: 90010-140 

Porto Alegre - RS - Brasil

Telefone / Phone: 55 51 3019-8190 

Contato/mail to: boletimgauchodegeografia@ufrgs.br