Informação para Autores

1 Condições Gerais

Os artigos a serem enviados à revista Ambiente Construído devem ser originais e inéditos, fruto de um trabalho de pesquisa. Artigos derivados de teses e dissertações serão bem-vindos.

Não serão aceitos textos que contenham uma simples revisão bibliográfica, sem que o seu método de pesquisa ou abordagem seja original. Caso, parte dos resultados apresentados já tenham uma divulgação prévia, a concepção do texto e as suas conclusões principais devem ser necessariamente originais e inéditas.

Recomendamos a leitura atenta do Processo de Avaliação pelos Pares (http://seer.ufrgs.br/index.php/ambienteconstruido/about/editorialPolicies#focusAndScope) antes da redação ou submissão do artigo.

Os artigos podem ser apresentados em português, espanhol ou inglês.

2 Estrutura do Artigo

Título: o título do trabalho deve ser breve e suficientemente específico e descritivo, contendo as palavras-chave que representem o conteúdo do texto.

Indicação de Responsabilidade: indicação de autoria do artigo deve ser feita apenas no Sistema (nunca no arquivo submetido), apresentando o nome completo, a sua principal ocupação atual, principal instituição à qual está vinculada, endereço profissional, telefone, fax e e-mail, de todos os autores,  conforme exemplo abaixo:

FULANO DE TAL, Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil (PPGEC), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Caixa Postal 7100; CEP 03999-999, Porto Alegre - RS, Tel. 51 33169000, Fax 51 33169999, E-mail: fulano@ufrgs.br

Resumo: deve ser incluído um resumo limitado a 100 a 200 palavras, em português, acompanhado de sua tradução para o inglês. O resumo deve apresentar claramente o objetivo, uma descrição sucinta do trabalho, assim como os principais resultados alcançados.

Palavras-chave: após o resumo (abstract), deve ser incluído uma relação de palavras-chave (Keywords) de, no mínimo, três e, no máximo, seis que auxiliem na identificação dos principais assuntos tratados no artigo.

Artigo: o texto deve conter um item de introdução com o objetivo de informar o leitor sobre o tema que será abordado e colocá-lo a par do conhecimento já existente. Deverá ser apresentada uma breve revisão bibliográfica, referenciando as principais referências nas quais o trabalho foi fundamentado.

Uma parte substancial do artigo deverá ser dedicada à descrição do desenvolvimento da pesquisa e os resultados obtidos. A descrição, apesar de sucinta, deverá ser clara, permitindo ao leitor compreender perfeitamente o procedimento adotado, ou ter acesso a ele por referências citadas. O método de pesquisa deve ser detalhadamente apresentado, incluindo delineamento ou estratégias utilizadas,  e instrumentos de coleta e análise de dados claramente especificados

Considera-se imprescindível um item contendo comentários conclusivos, destacando-se os principais produtos da pesquisa e suas contribuições para o conhecimento existente.

As referências devem ser apresentadas conforme as instruções, mas sua quantidade não deve ser excessiva. Deve-se evitar, se possível:

- referências para conhecimento geral do tema abordado;

- referências secundárias (apud);

- muitas referências para um único argumento;

- predominância de referências próprias.

Referências: as referências devem ser reunidas no final do artigo em uma única ordem alfabética, de acordo com NBR 6023 - Referências – Elaboração (2002).

Exemplos:

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. ASTM C-780: standard test method for preconstruction and construction evaluation of mortars for plain and reinforced unit masonry. Philadelphia, 1991.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6461: blocos cerâmicos para alvenaria: verificação da resistência à compressão. Rio de Janeiro, 1983a.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7211: agregado para concreto: especificação. Rio de Janeiro, 1983b.

BARROS, M. M. B. Metodologia Para Implantação de Tecnologias Construtivas Racionalizadas na Produção de Edifícios. 1996. 410 f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) - Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1996.

BLEDZIK, A. K. et al.A Comparision of Compounding Process and Wood Type For Wood Fibre-pp Composites. Composites Part A: applied Science and Manufacturing, v. 36, p. 789-797, 2005.

BRANDÃO, D. Q.; HEINECK, L. F. M. Classificação das Formas de Aplicação da Flexibilidade Arquitetônica Planejada em Projetos de Edifícios Residenciais. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 7., Florianópolis, 1998. Anais...Florianópolis: UFSC, ANTAC, 1998. v. 2, p. 215-222.

LAVELLE, J. A. Acrylic Latex-Modified Portland Cement. ACI Materials Journal, Detroit, v. 6, n. 1, p. 41-48, jan/feb. 1988.

MORAES, R. C.; ISAIA, G. C.; GASTALDINI, A. L. G. Efeitos da Cinza de Casca de Arroz e Fíler Calcário Sobre a Resistência Mecânica do Concreto. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CONCRETO, 43., Fortaleza, 2000. Anais... Fortaleza: IBRACOM, 2000.

SAKAI, E.; SUGITA, J. Composite mechanism of polymer modified cement. Cement and Concrete Research, Oxforf, v. 25, n. 1, p. 127-135, 1995.

RAPOPORT, A. Environmental Cognition in Cross-Cultural Perspective. In: MOORE, G. T.; GOLLEDGE, R. G. (Eds.). Environmental Knowing. Stroudsburg: Dowden, Hutchinson and Ross, 1976. p. 220-234.

Citações: as citações no corpo do texto devem obedecer à forma adotada na referência, conforme NBR 10520: Apresentação de citações em documentos (2001), como por exemplo:

Conforme Morais et al. (2000) ...

... (BRANDÃO; HEINECK, 1998).

A NBR 6461 (ABNT, 1983a) especifica ....

Sakai e Sugita (1995) sugerem ...

... (SILVA; ROMAN, 2001; LAVELLE, 1998).

... bem como proposto na ASTM C-780 (ASTM, 1991).

Agradecimentos: agradecimentos para agências de fomento à pesquisa, a instituições que não a do(s) autor(es) e a eventuais orientadores ou inspiradores do trabalho poderão ser mencionados no final do artigo.

Notas: notas referentes ao corpo do artigo devem ser indicadas por meio de algarismos romanos, em formato sobrescrito, imediatamente depois da frase a que diz respeito. As notas deverão vir no rodapé do texto, na página em que aparecem.

Ilustrações: figuras e fotografias nítidas e gráficas (estritamente indispensáveis para à clareza do texto) poderão ser aceitas e deverão ser assinaladas, no texto, pelo seu número de ordem e pela sua legenda, os locais onde devem ser intercalados. Se as ilustrações enviadas já tiverem sido publicadas, mencionar a fonte e a permissão para reprodução.

Quadros e tabelas: deverão ser acompanhados de legenda que permita compreender o significado dos dados reunidos. Assinalar, no texto, pelo seu número de ordem e sua legenda, os locais onde devem ser intercalados. Preferencialmente, quadros e tabelas devem ser feitas no próprio documento do Word.

Fórmulas: as fórmulas deverão ser numeradas e inseridas ao longo do texto.

Estilo: o texto deve ser claro, direto e preciso, evitando-se linguagem rebuscada, excesso de adjetivos ou frases longas.

3 Formato

A minuta do artigo deve ter o máximo de 7.000 palavras e 5MB, contando-se a partir da introdução do artigo, até as conclusões. O original deverá ser formatado em folha A4, com espaço simples, fonte Times New Roman, tamanho 12. As margens superior e esquerda devem apresentar 3 cm e as margens inferior e direita, 2 cm. Na primeira página deve estar o título em português e em inglês, o resumo, o abstract e, no mínimo, três palavras-chaves em cada um dos idiomas. Os títulos e subtítulos não devem ser numerados e os formatos das fontes dos títulos do artigo poderão ser:

Título 1: Times New Roman, tamanho 14, em negrito e maiúsculas. Deverá receber numeração progressiva com um dígito.

Ex.: RESULTADOS

Título 2: Times New Roman, tamanho 12, negrito.

Ex.: Características e apropriação dos espaços abertos

Título 3: Times New Roman, tamanho 12, sem negrito.

Ex.: Sobrados

Dúvidas, escreva para ambienteconstruido@ufrgs.br

Template